Cadeirante de quase 90 anos fica ilhada após enchente e precisa ser resgatada para ir ao médico; VÍDEO

0
7

Dalva Moreira de Sousa mora em Barra do Ouro e precisou viajar em dois barcos para chegar até Carolina (MA) onde foi atendida. Idosa é resgatada pelos bombeiros após ficar ilhada na zona rural de Barra do Ouro
A Defesa Civil do Tocantins realizou nesta sexta-feira (14) o resgate de Dalva Moreira de Sousa, de 87 anos. A idosa vive acamada na zona rural de Barra do Ouro, norte do estado, por causa de uma série de problemas de saúde e precisava visitar o médico com urgência. O problema é que dona Dalva é uma das tocantinenses que está ilhada pelas enchentes.
Para que a mulher pudesse ter o atendimento médico, as equipes de resgate utilizaram uma cadeira com rodinhas improvisada que a própria família construiu. Dona Dalva foi acomodada e então carregada pelos socorristas até o barco de metal. A primeira embarcação levou todos a um barco maior, com cobertura, onde ela seguiu viagem até Carolina (MA) onde seria atendida.
Todo o resgate foi acompanhado pelo técnico de enfermagem Deurimar Ribeiro de Almeida. As estradas na região estão alagadas e os barcos têm sido a única forma de locomoção.
Idosa foi resgatada de barco para ir ao médico
Divulgação-Defesa Civil
Após encaminhar a idosa para o médico, as equipes da Defesa Civil também ajudaram moradores do Assentamento Aprazil. Eles foram retirados de casa e colocados na escola municipal que existe no assentamento. A água continua subindo na região e o nível aumentou mais 20 centímetros nas últimas 24 horas. A área segue sob monitoramento.
Em todo o Tocantins, passa de 1,9 mil o número de desabrigados e desalojados por causa de enchentes. Atualmente 30 municípios estão sendo monitorados e famílias continuam recebendo ajuda do Corpo de Bombeiros para sair das casas em segurança.
Veja mais notícias da região no g1 Tocantins.

Fonte: G1 Tocantins